Página gerada às 23:04h, domingo 20 de Outubro

Tony Blair em Timor-Leste para encontro com Mari Alkatiri sobre cooperação

09 de Outubro de 2014, 15:30

O antigo primeiro-ministro britânico Tony Blair deslocou-se hoje, durante algumas horas, a Timor-Leste para um encontro com o presidente da Região Administrativa de Oecussi, Mari Alkatiri, para discutir áreas de cooperação para desenvolver o enclave timorense.


Foto: Khaled Desouk @AFP

"Esta visita foi para tentar encontrar formas de cooperação entre o grupo que Tony Blair lidera e a Região Administrativa Oecussi", afirmou Mari Alkatiri à agência Lusa no final do encontro.

O presidente da região administrativa de Oecussi e antigo primeiro-ministro reuniu-se com Tony Blair, que não fez declarações à imprensa, numa unidade hoteleira de Díli.

Questionado pela agência Lusa sobre o grupo que Tony Blair representa, Mari Alkatiri explicou que se trata de um grupo económico que inclui investidores de vários países árabes, europeus e asiático.

Na visita a Timor-Leste, Tony Blair, segundo Mari Alkatiri, fez-se acompanhar de um empresário egípcio que está interessado em investir nas áreas do turismo e financeira em Oecussi.

"Disse-lhe que primeiro tenho de encontrar um entendimento com o Governo (timorense) para depois poder assinar um acordo", sublinhou.

Em 2013, Tony Blair também se deslocou a Timor-Leste para encontros com as autoridades timorenses.

A organização Associados Tony Blair trabalha com governos através de apoio e assessorias para implementação de reformas em áreas chaves de governação e modernização e tem ajudado o país a melhorar a administração pública e a governação.

Em julho, o antigo primeiro-ministro timorense tomou posse como administrador da Região Administrativa de Oecussi.

No enclave, Mari Alkatiri está a desenvolver o projeto-piloto da Zona Especial de Economia Social de Mercado, que também lidera, para incentivar o desenvolvimento regional integrado através da criação de zonas estratégicas nacionais atrativas para investidores nacionais e estrangeiros.

O objetivo é retirar a Oecussi o estatuto de enclave e conferir-lhe o estatuto de polo de desenvolvimento nacional, sub-regional e regional.

@Lusa

Comentários

Critério de publicação de comentários