Página gerada às 07:59h, domingo 19 de Novembro

PR timorense exonera chefe das Forças de Defesa, nomeia novo comandante

09 de Fevereiro de 2016, 22:34

O Presidente da República timorense exonerou hoje o chefe de Estado-Maior das Forças Defesa de Timor-Leste (F-FDTL), o major-general Lere Anan Timur, promovendo como seu sucessor o brigadeiro-general Filomeno da Paixão de Jesus, que foi promovido a Major-General.

Filomeno Paixão

Em comunicado divulgado ao início da noite (hora local), Taur Matan Ruak explicou ter optado "pela sucessão nas F-FDTL, dando continuidade ao processo iniciado em 2011 com a sua própria sucessão na liderança das F-FDTL".

O chefe do Estado acrescentou que cumpriu o previsto na constituição, que lhe dá poderes para nomear e exonerar, sob proposta do Governo, o chefe de Estado-Maior das Forças Defesa de Timor-Leste.

Neste caso, porém, Taur Matan Ruak não seguiu a proposta do Governo que na reunião de Conselho de Ministros de 12 de Outubro do ano passado defendeu a renovação do mandato de Lere Anan Timur e, como tal, a sua continuidade à frente das forças de defesa.

Taur Matan Ruak argumentou que "depois de 24 anos de luta armada, a consolidação do desenvolvimento institucional das Forças Armadas impõe a transição na liderança superior das F-FDTL como um processo natural, feito de forma progressiva para preparar as novas gerações de oficiais para o comando das Forças".

Este processo deve ainda procurar manter "abertas as legítimas expectativas de progressão na carreira dos oficiais das F-FDTL, reafirmando a confiança do poder político na capacidade de liderança das chefias das F-FDTL".

Lere Anan Timur foi "promovido ao posto honorífico de tenente-general, por ter cumprido o mandato completo para que foi nomeado".

"O Presidente da República, em nome pessoal e de Timor-Leste, agradece ao major-general Lere Anan Timur os anos de abnegado serviço à pátria, com a contribuição para a luta de libertação nacional, promovendo os valores da fidelidade, lealdade e obediência total entre as Forças, e a liderança das F-FDTL que permitiu a continuação do processo de desenvolvimento das Forças Armadas", refere o comunicado.

Ao seu sucessor, Filomeno Paixão, o chefe de Estado manifesta "total confiança na sua liderança do processo em curso de desenvolvimento e consolidação de umas Forças Armadas fortes e disciplinadas ao serviço de todos".

Lere Anan Timur foi empossado no cargo a 06 de Outubro de 2011 pelo então Presidente da República, José Ramos-Horta, substituindo Taur Matan Ruak, que decidiu regressar à vida civil após a apresentação oficial da sua resignação.

Taur Matan Ruak, que foi o último comandante do braço armado da resistência timorense, as Falintil, foi posteriormente eleito presidente.

Em 2011, e além de Lere Anan Timur e de Filomeno de Jesus, foi ainda promovido o coronel Falur Rate Laek, nomeado Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas.

Nascido em 1953, Filomeno da Paixão de Jesus ingressou nas Falintil desde a sua formação, em 1975, tendo, com a restauração da independência permanece integrado nas fileiras das Forças de Defesa.

Condecorado pelo Presidente da República pelos serviços prestados na Operação Halibur, Filomeno da Paixão de Jesus foi promovido a coronel a 14 de Janeiro de 2009, tendo posteriormente completado o Curso de Promoção a Oficiais Generais.

com Lusa

 


Comentários

Critério de publicação de comentários