Página gerada às 19:25h, terça-feira 27 de Junho

Taur Matan Ruak lamenta morte de “destacado lutador”

19 de Maio de 2017, 18:37

O Presidente de Timor-Leste lamentou hoje a morte do ex-vice-primeiro-ministro Mário Carrascalão, que lembrou como "um dos mais destacados lutadores pela condição dos timorenses", autorizando o seu enterro no Jardim dos Heróis.


Foto@ Presidência da República de Timor-Leste

"Mário Carrascalão foi sempre um dos mais destacados lutadores pela condição dos timorenses, sendo daqueles que deixa, para as gerações mais jovens um legado mais rico", referiu uma nota da Presidência timorense.

"O Presidente autorizou que o Eng. Mário Carrascalão repouse no Jardim dos Heróis em Metinaro", explicou a mesma nota.

Mário Viegas Carrascalão morreu hoje em Díli, aos 80 anos, ao que tudo indica vítima de um ataque cardíaco que sofreu quando conduzia o seu carro pessoal no centro da capital timorense.

Taur Matan Ruak expressou "profundo pesar" pela morte de Carrascalão, que condecorou na quinta-feira com o Grande Colar da Ordem de Timor-Leste, numa cerimónia em que participaram vários líderes timorenses.

Dirigentes do país "que beneficiaram das políticas educativas do engenheiro Mário Carrascalão e que assim tiveram, como o país, oportunidade de lhe agradecer", disse.

No discurso de entrega da condecoração, na quinta-feira, Taur Matan Ruak recordou que Mário Carrascalão "compreendeu e demostrou a todos que o objetivo da luta de libertação nacional não pode ser qualquer glória, pessoal ou coletiva".

Carrascalão "sempre defendeu Timor-Leste e os timorenses", e por acreditar na paz "promoveu conversações de paz entre o ocupante e os guerrilheiros e sempre defendeu a melhoria das condições de vida dos timorenses", afirmou.

O chefe de Estado timorense sublinhou a atenção que Mário Carrascalão deu ao tema da educação, sendo na sua altura como Governador que se fundo a primeira universidade no país, com vários jovens a terem oportunidade de estudar fora de Timor-Leste.

"A abertura do território, então totalmente isolado, promovida pelo Sr. Eng. Mário Carrascalão deu maior visibilidade ao sofrimento dos Timorenses e às justas aspirações da luta de libertação nacional", recordou.

"Uma voz ativa sempre na defesa dos timorenses", destacou-se como deputado e membro do Governo, e na vida cívica, "na defesa dos cidadãos e no combate à corrupção, um dos flagelos do nosso tempo", sublinhou.

As imagens da entrega da condecoração dominam hoje as redes sociais em Timor-Leste, onde se sucedem os comentários de pêsames de familiares, amigos, dirigentes timorenses e cidadãos comuns, que ensombram os festejos do 15.º aniversário da restauração da independência, no sábado.

com Lusa


Comentários

Critério de publicação de comentários