Página gerada às 12:16h, domingo 20 de Janeiro

Presidentes de Portugal, Cabo Verde e São Tomé na posse do secretário-executivo da CPLP

14 de Dezembro de 2018, 01:06

Os Presidentes de Portugal, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe vão assistir à cerimónia de posse do próximo secretário-executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), o português Francisco Ribeiro Telles, disse à Lusa fonte da organização.


Marcelo Rebelo de Sousa, Jorge Carlos Fonseca e Evaristo Carvalho são os chefes de Estado que já confirmaram a presença na cerimónia, que decorre no sábado de manhã, na sede da CPLP, em Lisboa.

Está também prevista a presença do ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva; do ministro das Relações Exteriores de Angola, Manuel Augusto, e do Ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades de Cabo Verde, Luís Filipe Tavares, adiantou a mesma fonte.

A embaixadora timorense Maria Paixão representará o ministro dos Negócios Estrangeiros de Timor-Leste.

Portugal estará também representado pela secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Teresa Ribeiro.

Estarão ainda presentes os representantes permanentes dos Estados-membros junto da CPLP: os embaixadores Carlos Fonseca (Angola), Gonçalo Mello Mourão (Brasil), Eurico Monteiro (Cabo Verde), Hélder Vaz (Guiné-Bissau), Tito Mba Ada (Guiné Equatorial), Joaquim Bule (Moçambique), Mário Jesus dos Santos (Portugal) e Luís Guilherme d'Oliveira Viegas (São Tomé e Príncipe), e ainda o encarregado de negócios Joaquim Fernandes (Timor-Leste).

A cerimónia começa às 11:00, com a assinatura do termo de posse, seguindo-se intervenções do Presidente de Cabo Verde, país que detém atualmente a presidência da organização lusófona.

O embaixador português Francisco Ribeiro Telles foi eleito para o cargo de secretário-executivo pela XII conferência de chefes de Estado e de Governo da CPLP, em julho de 2018, em Santa Maria, ilha do Sal, Cabo Verde, e sucede à são-tomense Maria do Carmo Silveira.

Esta é a primeira vez, em 22 anos de história da CPLP, que Portugal assume o secretariado-executivo, o principal órgão executivo da organização lusófona.

As competências do secretário-executivo são: implementar as decisões das cimeiras, do Conselho de Ministros dos Negócios Estrangeiros e do Comité de Concertação Permanente; planear e assegurar a execução dos programas; organizar e participar nas reuniões dos vários órgãos da comunidade, e acompanhar a execução das decisões das reuniões ministeriais e demais iniciativas no âmbito da CPLP.

Ribeiro Telles inicia funções em 01 de janeiro, para o biénio 2018/2019, dia em que assistirá à cerimónia de posse do próximo Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

Lusa

 


Comentários

Critério de publicação de comentários