Página gerada às 12:55h, sexta-feira 07 de Agosto

Fundo Petrolífero timorense valia 17,55 mil milhões de dólares no final de outubro

08 de Novembro de 2019, 19:48

O Fundo Petrolífero de Timor-Leste valia 17,55 mil milhões de dólares no final do terceiro trimestre deste ano, mais 100 milhões de dólares que no trimestre anterior, foi hoje anunciado.


“Apresentamos o relatório do fundo petrolífero até ao final do trimestre que termina no final de setembro, altura em que tinha um valor de 17,55 mil milhões de dólares”, disse aos jornalistas o vice-governador do Banco Central de Timor-Leste (BCTL), Venâncio Alves Maria.

Segundo o relatório trimestral divulgado hoje, o FP registou durante o trimestre entradas brutas de capital de 166,7 milhões de dólares, sendo que 86,54 milhões dólares correspondem a contribuições e 80,16 milhões de dólares a pagamentos de royalties.

No período trimestral, os investimentos do fundo tiveram um rendimento de 139,62 milhões de dólares, dos quais cerca de 100 milhões de dólares correspondem a dividendos e o restante a alterações do valor dos instrumentos detidos.

O relatório nota que nos três meses entre julho e setembro o Governo levantou 203,24 milhões de dólares.

Neste período o retorno do fundo foi de 0,81%, “o que compara favoravelmente com os 0,84% do retorno do benchmark”, nota o documento.

O relatório nota que no início de agosto de 2019 o BCTL, gestor do fundo introduziu investimento em ações “baseado em ‘fatores’, com a “divisão equitativa dos investimentos em duas estratégias/portfolios”.

A primeira estratégia “continua a determinar a alocação dos investimentos acionistas em função da tradicional capitalização bolsistas das empresas”, com a segunda a apostar numa composição de portfolio acionistas “com base numa alocação de fatores relevantes”.

“Isto não mudou a composição de ações, mudou a exposição dos investimentos. Estamos a trabalhar com a State Street Global Advisors (SSgA) para a gestão desta estratégia de investimento”, explicou Venâncio Alves Maria.

Lusa

 


Comentários

Critério de publicação de comentários