Página gerada às 12:33h, terça-feira 10 de Dezembro

China condena "mentalidade da Guerra Fria" de secretário de Estado norte-americano

12 de Novembro de 2019, 00:18

O Governo chinês acusou hoje o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, de ter uma "mentalidade da Guerra Fria" após na sexta-feira alertar contra Pequim e Moscovo, por ocasião do trigésimo aniversário da queda do Muro de Berlim.


O porta-voz do ministério chinês dos Negócios Estrangeiros Geng Shuang condenou os "ataques maliciosos e infundados de Pompeo" e pediu-lhe que "abandone os preconceitos ideológicos e ultrapassasse a mentalidade da Guerra Fria".

Num discurso proferido em Berlim, Pompeo acusou a China de representar uma "nova visão do autoritarismo".

Pompeo alertou que os Estados Unidos e os seus aliados deveriam "defender o que foi conquistado com tanta força em 1989" e "perceber que estamos numa competição de valores contra nações que não são livres".

Lusa

 


Comentários

Critério de publicação de comentários