Página gerada às 07:46h, quinta-feira 03 de Julho

Ministros do CNRT apresentam demissão do Governo

25 de Maio de 2020, 18:16

Os membros do Governo indigitados pelo CNRT, de Xanana Gusmão, apresentaram a demissão do cargo, cumprindo assim as diretrizes do partido, disse hoje um dos titulares.


“Encontrámo-nos com o primeiro-ministro e apresentámos a nossa demissão. A Constituição define que é o Presidente da República, com base numa proposta do primeiro-ministro, que dá posse e exonera membros do Governo”, disse à Lusa o ministro dos Negócios Estrangeiros, Dionísio Babo.

“A instrução dos partidos é que todos os membros deviam apresentar a sua resignação. Agora temos que arrumar as coisas de forma digna e também para entregar a pasta e o relatório”, referiu.

Babo falava no final da reunião extraordinária do Conselho de Ministros, que ocorreu depois de um encontro de vários dos membros indigitados pelo Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT) com o primeiro-ministro, Taur Matan Ruak.

“O senhor primeiro-ministro lamentou e disse que estava muito satisfeito com o nosso trabalho. Mas disse que compreende as pressões políticas dentro e fora do partido e do Governo”, afirmou.

“O que importa é o Governo continuar a funcionar de forma democrática e esperamos que essa transição decorra de forma pacífica e respeitando todos. Esperamos que não se criem novos precedentes que não respeitem a lei”, considerou.

Babo disse que os ministros ficam agora a aguardar o procedimento formal da exoneração do cargo.

Antes da reunião do Conselho de Ministros, o primeiro-ministro timorense recebeu no gabinete vários membros do Governo indigitados pelo CNRT.

No encontro participaram, além do ministro dos Negócios Estrangeiros, a ministra da Educação, Juventude e Desporto, Dulce de Jesus Soares, o vice-ministro da Administração Estatal, Abílio José Caetano, e os secretários de Estado das Cooperativas, Arsénio Pereira da Silva, e da Juventude e Desporto, Nélio Isaac Sarmento.

Na reunião com o primeiro-ministro não participaram outros ministros indigitados pelo CNRT, entre eles Agio Pereira, ministro de Estado na Presidência do Conselho de Ministros, e Sara Brites, ministra interina das Finanças.

Depois, já em Conselho de Ministros, estiveram ausentes, entre outros Agio Pereira e Dulce Soares, tendo participado Sara Brites.

A saída dos membros indigitados pelo CNRT tinha já sido decidida pela liderança do partido e anunciada aos jornalistas no sábado pelo presidente do partido, Xanana Gusmão.

“Na segunda-feira os membros indigitados do CNRT para o VIII Governo saem todos, resignam”, disse Xanana Gusmão, explicando que saem não só os quadros e militantes do CNRT, mas também outros membros do Governo indigitados pelo partido aquando da formação do executivo, inclusive figuras independentes.

“Em termos políticos o CNRT já não faz parte do Governo. E para não estar a criar confusões, no dia 25 saem todos”, explicou.

O primeiro-ministro apresentou já uma primeira lista de nomes de novos membros do Governo, no caso para preencher vagas existentes, em resultado da recusa do Presidente de empossar vários membros indigitados.

A Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente (Fretilin), que integra agora a aliança de apoio ao Governo de Taur Matan Ruak, deverá esta semana deliberar sobre os nomes que vai destacar para o executivo para preencher os cargos deixados vagos pelo CNRT.

Lusa

 


Comentários

Critério de publicação de comentários