Página gerada às 04:15h, terça-feira 26 de Setembro

Timor-Leste tem o maior crescimento de índice de desenvolvimento humano na sua região

15 de Março de 2013, 01:00

Cidade do México, 14 mar (Lusa) -- Timor-Leste registou o maior crescimento médio anual no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) entre os países do Leste da Ásia e Pacífico, no entanto, apresenta a maior lacuna quando se trata de desigualdades, divulgou hoje o PNUD.

O relatório anual do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) foi lançado hoje, na Cidade do México.

No período entre 2000 e 2012, Timor-Leste registou o maior crescimento médio anual no IDH entre os países do Leste da Ásia e o Pacífico, sendo seguido pela Birmânia, de acordo com o documento do PNUD.

Neste mesmo período, o Leste da Ásia e o Pacífico registou um crescimento anual de 1,31% no índice de desenvolvimento humano, ficando em terceiro lugar em comparação com as restantes regiões.

Timor-Leste figura na 134.ª posição do IDH do PNUD, considerado médio.

O país não teve uma variação no ranking entre 2011 e 2012, mas entre 2007 e 2012, de acordo com o relatório da agência da ONU, Timor-Leste subiu cinco posições na tabela do IDH.

No entanto, no que diz respeito às desigualdades, Timor-Leste apresenta a maior lacuna da região (33%), sendo seguido pelo Camboja (25,9%).

O país com o melhor IDH é a Noruega, sendo seguida pela Austrália, Estados Unidos, Holanda e Alemanha.

O Níger (186) é a nação que apresenta o pior IDH no ranking do PNUD, juntamente com a República Democrática do Congo (186), seguidos por Moçambique (185), Chade (184) e Burkina Faso (183), entre os 187 países analisados.

CSR // VM

Lusa/Fim


Comentários

Critério de publicação de comentários