Página gerada às 12:05h, terça-feira 18 de Junho

Ho Iat Seng eleito presidente da Assembleia Legislativa de Macau

16 de Outubro de 2013, 22:06

Macau, China, 16 out (Lusa) - Os deputados da Assembleia Legislativa de Macau elegeram hoje Ho Iat Seng como presidente e Lam Heong Sang como vice-presidente, no plenário que inaugurou a 5.ª legislatura.

O empresário Ho Iat Seng, que se estreou como deputado (eleito pelo sufrágio indireto) em 2009, ano em que os seus pares o elegeram para o cargo de vice-presidente, ascende assim à presidência do hemiciclo, após a saída de cena do veterano Lau Cheok Va da vida política.

Ho Iat Seng, 56 anos, natural de Macau, foi eleito presidente com 30 dos 33 votos dos deputados, os quais escolheram para a vice-presidência Lam Heong Sang, de 57 anos, igualmente da bancada do sufrágio indireto e que também fez a sua estreia na Assembleia Legislativa há quatro anos.

"Nos próximos quatro anos espero exercer bem essas funções e contribuir para a Assembleia Legislativa", afirmou Ho Iat Seng, após agradecer o apoio dos seus pares que o aplaudiram depois de dizer "sim" ao cargo.

"Espero não frustrar as vossas expetativas", disse, por seu turno, Lam Heong Sang, que angariou 27 votos.

À semelhança do que se tem vindo a verificar desde a era da Região Administrativa Especial (RAEM), o presidente é proveniente do setor empresarial, enquanto o vice é oriundo do laboral ou vice-versa, com a história a demonstrar ainda uma tendência de ascensão em que o "número dois" passa a número um.

O anterior presidente da Assembleia Legislativa foi Lau Cheok Va - da ala tradicional, representante do setor laboral - e o vice-presidente Ho Iat Seng, do setor empresarial.

Já nas legislaturas anteriores da era RAEM, a cadeira da presidência era ocupada por Susana Chou (setor empresarial), enquanto Lau Cheok Va era o "número dois" no hemiciclo.

Membro do Comité Permanente da Assembleia Popular Nacional da China, o "supremo órgão do poder de Estado", à luz da Constituição chinesa, Ho Iat Seng faz parte da direção da Associação Comercial de Macau e da Associação Industrial de Macau.

Da sua coleção constam pelo menos três medalhas: duas de Mérito Industrial e Comercial (uma atribuída pelo Governador de Macau, em 1999, e outra, em 2001, concedida já pelo Governo da RAEM) e a Medalha de Honra Lótus de Ouro (2009).

Já Lam Heong Sang, gestor natural de Hong Kong, é vice-presidente da Federação das Associações dos Operários de Macau (FAOM), tendo já pertencido ao Conselho Executivo (2004-2009).

No plenário de hoje, os deputados - cujo elenco conta apenas com nove caras novas - fizeram mais duas votações, as quais resultaram na recondução de Chui Sai Cheong e de Kou Hoi In para os cargos de 1.º e 2.º secretários, respetivamente.

A Assembleia Legislativa conta, a partir da legislatura hoje iniciada, com 33 deputados, 14 dos quais eleitos por sufrágio universal e 12 pela via indireta (pelas associações) - mais dois por cada uma das vias -, mantendo-se o figurino dos sete deputados nomeados pelo chefe do executivo.

DM // VM

Lusa/Fim


Comentários

Critério de publicação de comentários