Página gerada às 23:21h, domingo 19 de Novembro

Timor-Leste saiu "satisfeito" no acordo com a Austrália sobre fronteiras marítimas -- Xanana

16 de Outubro de 2017, 23:58

Funchal, Madeira, 16 out (Lusa) - O antigo presidente de Timor-Leste, Xanana Gusmão, disse hoje, no Funchal, que o país saiu "satisfeito" após o acordo assinado recentemente com a Austrália sobre a delimitação das fronteiras marítimas entre os dois Estados.

"Posso dizer que já temos uma linha de delimitação das nossas fronteiras com a Austrália. Quando se fala de [acordo] favorável, dizemos assim: aquilo agora é nosso", afirmou.

Xanana Gusmão, que chefiou a delegação timorense nas negociações, disse que Timor-Leste e a Austrália saíram "satisfeitos, a olhar um para o outro, a rir, aos abraços", mas vincou que o artigo 77.º da Convenção das Nações Unidas sobre o direito do mar refere que as partes devem ponderar as reivindicações.

"No plano geral, sim, conseguimos a fronteira. Agora, no plano operacional, de aproveitamento dos recursos, é uma outra questão", realçou.

Em causa estão os campos do Greater Sunrise, que contêm reservas estimadas de 5,1 triliões de pés cúbicos de gás e estão localizados no mar de Timor, aproximadamente a 150 quilómetros a sudeste de Timor-Leste e a 450 quilómetros a noroeste de Darwin, na Austrália.

Xanana Gusmão salientou, no entanto, que à parte isso, "todo o resto é nosso".

"Podemos usar, podemos fazer o que queremos. Antes não. Agora é nosso", reforçou.

DYC // EL

Lusa/Fim


Comentários

Critério de publicação de comentários