Página gerada às 09:59h, quarta-feira 24 de Outubro

Filme argentino vence segundo festival internacional de cinema de Macau

15 de Dezembro de 2017, 01:46

Macau, China, 14 dez (Lusa) - O filme "Hunting Season", da realizadora argentina Natalia Garagiola, ganhou o prémio de melhor filme do segundo festival internacional de cinema de Macau (IFFAM), anunciou hoje a organização.

O francês Xavier Legrand conquistou a distinção de melhor realizador com "Custody", um 'thriller' sobre terrorismo doméstico.

A cerimónia de entrega dos prémios decorreu no centro cultural de Macau, perante cerca de 800 convidados, entre responsáveis locais, da indústria cinematográfica e vários cineastas, de acordo com um comunicado.

O júri escolheu "Hunting Season" pelo "estilo fluído e construção, a precisão da direção e a qualidade dos atores", num filme que aborda temas difíceis e delicados, o luto pela morte de uma mãe, a reconciliação entre pais e filhos, a solidão de homens jovens.

O prémio especial do júri foi para "Wrath of Silence", o de melhor ator, para Song Yang, em "Wrath of Silence" e, o de melhor atriz, para Jessie Buckley, em "Beast".

O filme "Beast" conquistou ainda o prémio de melhor contribuição técnica, para o diretor de fotografia Benjamin Kracun, enquanto Samuel Maoz recebeu o prémio para o melhor guião com "Foxtrot".

Presidido pelo realizador francês Laurent Cantet, o júri, composto pela atriz sino-norte-americana Joan Chen, a realizadora austríaca Jessica Hausner, o escritor britânico Lawrence Osborne e o cineasta de Singapura Royston Tan, distinguiu Thomas Gioria com o prémio revelação (ator/atriz). O prémio do público de Macau foi para "Borg McEnroe".

O ator alemão Udo Kier recebeu das mãos do secretário para os Assuntos Sociais e Cultura de Macau, Alexis Tam, o prémio de carreira, enquanto o ator de Hong Kong e embaixador do IFFAM Donnie Yen recebeu o prémio estrela internacional do ano.

A presidente da comissão organizadora do certame, Helena de Senna Fernandes, afirmou esperar que o festival seja "uma plataforma de intercâmbio para os profissionais de cinema de oriente e ocidente". "Através de programas de formação, o nosso objetivo é ajudar aqueles que queiram enveredar pela indústria cinematográfica a terem uma perspetiva mais internacional, e queremos também ajudar a promover o desenvolvimento das indústrias culturais e criativas", sublinhou a também diretora dos Serviços de Turismo de Macau.

O Festival Internacional de Cinema de Macau, que começou a 08 de dezembro, foi organizado pela Direção dos Serviços de Turismo e pela Associação de Cultura e Produções de Filmes e Televisão de Macau.

EJ // MAG

Lusa/Fim


Comentários

Critério de publicação de comentários