Página gerada às 08:01h, domingo 19 de Novembro

Pelo menos dois mineiros mortos após explosão em mina na China

21 de Outubro de 2018, 18:48

Pequim, 21 out (Lusa) -- Pelo menos dois dos 22 mineiros que ficaram presos numa mina de carvão na China morreram, anunciou hoje a agência oficial de notícias chinesa.

Os 22 mineiros ficaram presos numa mina de carvão na província de Shandong, no leste da China, na sequência de uma explosão que causou a libertação de uma rocha.

O acidente ocorreu por volta da meia-noite (17:00 de sábado em Lisboa) num mina localizada no distrito de Yuncheng daquela província.

Um oficial dos serviços de segurança mineira disse à agência Associated Press que o acidente não esteve relacionado com operações por parte dos trabalhadores na mina. As causas do acidente ainda estão a ser investigadas.

Mais de 300 pessoas estavam a trabalhar dentro da mina no momento da explosão e a maoria foi retirada com segurança, mas há 20 mineiros que permanecem presos.

As minas chinesas, especialmente as de carvão - a principal fonte de energia país -, estão entre as mais perigosas do mundo, embora nos últimos anos se tenha verificado um significativo decréscimo no número de mortes.

Em 2017, apenas nas minas de carvão chinesas foram registados 219 acidentes que causaram 375 mortos, um decréscimo de 28,7% cento em relação a 2016 e quase 20 vezes menos do que no início da década passada, quando se verificavam sete mil mortes todos os anos.

ARP (JMC) // FPA

Lusa/fim


Comentários

Critério de publicação de comentários