Página gerada às 23:35h, segunda-feira 22 de Abril

Almanaque Lusa - 10 de fevereiro

10 de Fevereiro de 2019, 09:01

Lisboa, 10 fev (LUSA) - Hoje é domingo, 10 de fevereiro, quadragésimo primeiro dia do ano. Faltam 324 dias para o final de 2019.

Este dia é dedicado a Santa Escolástica, virgem, irmã de São Bento, e a Santa Sotera, virgem e mártir.

Nos céus, a Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente, dia 12, às 22:26.

O sol nasce às 07:34 e o ocaso regista-se às 18:08.

No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 06:17 e 18:37, a baixa-mar às 12:09.

Os nascidos nesta data pertencem ao signo Aquário, destacando-se o dramaturgo inglês William Congreve (1670), o escritor russo Boris Pasternak (1890), o dramaturgo alemão Bertolt Brecht (1898), o ator norte-americano Robert Wagner (1930).

Nesta data, em 1502, Vasco da Gama partia para a segunda viagem marítima à Índia. Em 1763, era assinado o Tratado de Paris que punha termo à Guerra dos Sete Anos. Em 1912, morria o inglês Joseph Lister, o fundador da cirurgia moderna. Em 1942, na II Guerra Mundial, a indústria automóvel norte-americana reconvertia as fábricas em linhas de produção de veículos militares.

Em 1964, a França cortava relações diplomáticas com a Formosa, na sequência da assinatura do acordo com a República Popular da China. Em 1979, morria Edward Kardelj, ideólogo do sistema político jugoslavo e um dos fundadores da liga comunista. Em 1984, morria, com 69 anos, o presidente soviético Yuri Andropov, há 15 meses no cargo.

Em 1985, Nelson Mandela, dirigente histórico do Congresso Nacional Africano, encarcerado há mais de 20 anos, rejeitava a oferta de libertação condicional apresentada pelo Governo da África do Sul. Em 1986, começava em Palermo, Sicília, o julgamento de 474 pessoas, culminando a fase histórica na luta contra o crime organizado em Itália.

Em 1987, era denunciada a situação de fome de refugiados palestinianos, cercados pela milícia amal xiita, num campo de Beirute. Em 1991, a Indonésia e a Austrália criavam o organismo para supervisionar a exploração de petróleo e gás natural no mar de Timor.

Em 1992, Miguel Torga recebia o prémio Vida Literária, da Associação Portuguesa de Escritores. Em 1993, após acusações de corrupção, Bettino Craxi demitia-se da liderança do Partido Socialista Italiano.

Em 1999, morria a pintora Maluda, Maria de Lourdes Ribeiro, 65 anos. Em 2003, morria o ator brasileiro José Lewgoy. Em 2004, o Parlamento francês aprovava a proposta de lei que veio banir os símbolos religiosos dos estabelecimentos de ensino.

Em 2005, terminava a missão portuguesa no Iraque, dois dias antes do previsto, com o regresso a Lisboa os 127 militares da GNR. No mesmo dia, morria, aos 89 anos, o dramaturgo norte-americano Arthur Miller, autor de "Os Inadaptados".

Em 2006, os resultados definitivos das eleições legislativas de 15 de dezembro no Iraque davam a vitória, sem maioria absoluta, à lista xiita conservadora da Aliança Iraquiana Unificada, com 128 dos 275 lugares no Parlamento.

Em 2007, a historiadora norte-americana Drew Gilpin Faust tornava-se a primeira mulher a assumir o cargo de presidente da Universidade de Harvard, Estados Unidos, fundada há 371 anos.

Em 2008, o Presidente de Timor-Leste, José Ramos-Horta, era alvejado durante um ataque à sua casa por homens armados. O primeiro-ministro de Timor, Xanana Gusmão, também era atacado a caminho de Díli, mas não sofria nenhum ferimento. O major Reinado morria na emboscada ao presidente de Timor-Leste, que era evacuado de avião para Darwin, em estado grave. Era declarado o Estado de Sítio em Timor-Leste. Enquanto isso, o presidente da República, Cavaco Silva, chegava a León, Espanha, para uma visita de dois dias, durante a qual iria receber o Doutoramento Honoris Causa pela Universidade de León, o primeiro atribuído a um Chefe de Estado estrangeiro. O atleta Nelson Évora batia o recorde português do triplo salto em pista coberta, com 17,33 metros, vencendo o Meeting de Karlsruhe, na Alemanha, e melhorando a melhor marca mundial do ano e a cantora britânica Amy Winehouse era a estrela da 50.ª Cerimónia dos Grammy Awards, em Los Angeles, ao conquistar cinco galardões, entre os quais o de melhor álbum pop, canção e revelação do ano. No mesmo dia, morriam a soprano dinamarquesa Inga Nielsen, num hospital de Gentofte (norte de Copenhaga), aos 61 anos devido a cancro e o ator norte-americano Roy Scheider, celebrizado pelo papel do chefe da polícia Martin Brody no filme "O Tubarão", no hospital da Universidade do Arcansas, Estados Unidos, aos 75 anos.

Em 2009, a 8.ª Conferência Regional Europeia da Organização Internacional do Trabalho (OIT) juntava delegações de 51 países europeus no Centro de Congressos de Lisboa.

Em 2011, o Estrela da Amadora, clube fundado em 1932, deixava de existir, com a divulgação, por parte do Tribunal de Comércio de Sintra, da decisão dos credores quanto ao plano de recuperação apresentado pelo administrador de insolvência. A 29 de setembro de 2009 tinha sido declarada a insolvência por dívidas. No mesmo dia, morria, com 86 anos, o advogado e fundador do PS Alberto Oliveira e Silva.

Em 2014, Morriam José Luís Nobre Costa, guitarrista que, entre outros acompanhou Alfredo Marceneiro, aos 65 anos e Shirley Temple, atriz norte-americana, aos 85 anos.

Em 2016, a Assembleia da República confirmava por maioria absoluta as leis vetadas no final de janeiro pelo Presidente da República, Cavaco Silva, sobre a adoção por casais homossexuais e as alterações à lei da Interrupção Voluntária da Gravidez.

Em 2017, morria, aos 105 anos, em Lisboa, Manuela de Azevedo, a primeira jornalista mulher a ter carteira profissional em Portugal.

Lusa/Fim.


Comentários

Critério de publicação de comentários