Página gerada às 23:33h, segunda-feira 22 de Abril

Almanaque Lusa - 11 de fevereiro

11 de Fevereiro de 2019, 09:01

Lisboa, 11 fev (LUSA) - Hoje é segunda-feira, 11 de fevereiro, quadragésimo segundo dia do ano, Dia Europeu do 112, Dia da Cruz Vermelha Portuguesa, Dia Mundial do Doente e Dia Internacional da Epilepsia. Faltam 323 dias para o final de 2019.

Este dia é dedicado a Nossa Senhora de Lurdes (Lourdes) e a Santo Adolfo, Bispo.

Nos céus, a Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente, dia 12, às 22:26.

O sol nasce às 07:33 e o ocaso regista-se às 18:09.

No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 06:55 e 19:20, a baixa-mar às 00:22 e 12:49.

Os nascidos nesta data pertencem ao signo Aquário, destacando-se o inglês William Talbot (1800), inventor da fotografia, o inventor norte-americano Thomas Alva Edison (1847), o último rei do Egito, Farouk (1920), e o ator norte-americano Burt Reynolds (1936).

Este dia do ano 660 a.C. é apontado como o da fundação do império japonês. Em 1865, surgia a Cruz Vermelha Portuguesa. Em 1888, era inaugurado o Teatro Avenida, em Lisboa. Em 1929, era assinado o Tratado de Latrão, pelo qual a Itália reconhecia a soberania do Papa na Cidade do Vaticano.

Em 1945, os líderes norte-americano, britânico e soviético, respetivamente Franklin Roosevelt, Winston Churchill e José Estaline, terminavam a reunião de Yalta, que definiu o mapa do mundo após a II Guerra Mundial. Em 1984, era regulamentada a constituição de bancos comerciais ou de investimento do setor privado em Portugal.

Em 1989, a norte-americana Barbara Harris, sacerdotisa de Filadélfia, tornava-se na primeira mulher bispo da Igreja Protestante. Em 1990, Nelson Mandela, 71 anos, dirigente histórico do ANC, preso durante 27, era libertado da prisão de Victor Verster, nos arredores da Cidade do Cabo, África do Sul.

Em 1993, a Índia autorizava a Portugal a abrir um consulado em Goa. Em 1995, começava, em Lisboa, o XIII Congresso extraordinário do CDS-PP. Em 1999, o presidente Habibe da Indonésia admitia conceder a independência a Timor-Leste, até ao ano seguinte. Em 2000, morria, com 72 anos, o cineasta francês Roger Vadin. Em 2001, morria o toureiro português Diamantino Vizeu. Tinha 77 anos.

Em 2003, era inaugurada a retrospetiva do pintor português Mário Botas (1952-1983), em Madrid. Em 2004, a obra "O Vento Assobiando nas Gruas", de Lídia Jorge, vencia o I Prémio Correntes d'Escritas.

Em 2005, a Autoridade da Concorrência aprovava a aquisição de 49 por cento da SIC pela Impresa. E, em Nova Iorque, era inaugurada a instalação "The Gates", do artista plástico Christo, que atravessava todo o Central Park.

Em 2006, os ministros do G8 apoiavam a decisão do Fundo Monetário Internacional sobre o perdão da dívida aos 19 países mais pobres. No mesmo dia, morria, com 66 anos, Álvaro Lapa, pintor e escritor.

Em 2007, o 'Sim' vence o referendo sobre a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, com 59,25 por cento dos votos, contra 40,75 por cento do 'Não'. Abstenção atinge os 56,39 por cento. É inaugurado em Macau o casino Grand Lisboa. Morrem Marianne Fredriksson, 79 anos, escritora sueca, autora de "As Visões de Simão", "Querida Filha" e "As Filhas de Hanna", e José António Arsénio, 91 anos, antigo dirigente do Sporting.

Em 2008, mais de 500 pessoas manifestavam-se na Escola de Música do Conservatório Nacional, em Lisboa, contra a reforma do ensino artístico proposta pelo governo, através de um concerto e de um cordão humano à volta do edifício.

Em 2009, o líder do Movimento para a Mudança Democrática, Morgan Tsvangirai, era investido primeiro-ministro, cinco meses depois da assinatura do acordo de partilha de poder com Robert Mugabe. Morria Estelle Bennett, uma das Ronettes, trio vocal que nos anos de 1960 se popularizou com "Be my baby". Tinha 67 anos. Morria Paulo Carlos de Medina, antigo combatente do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) e ex-procurador geral da República da Guiné-Bissau. Tinha 72 anos.

Em 2010, Um par de sapatos gigantes, feitos de panelas portuguesas de aço inoxidável, numa escultura com o título "Marilyn", da artista plástica Joana Vasconcelos, era arrematado em leilão, em Londres, por 573,964 mil euros, mais do que triplicando a estimativa.

Em 2013, o Papa Bento XVI anunciava a resignação a partir dia 28 de fevereiro num discurso em latim durante um consistório no Vaticano.

Em 2015, o ex-comandante do navio de cruzeiro italiano 'Costa Concordia' Francesco Schettino era condenado a 16 anos de prisão no julgamento em que estava acusado de homicídio múltiplo e abandono de navio.

Em 2016, Rui Reis, cientista e vice-reitor da Universidade do Minho, era o primeiro português eleito para a Academia Nacional de Engenharia dos Estados Unidos. Na mesma data morriam Juan Martin Mujica, aos 72 anos, ex-futebolista e treinador uruguaio, duas vezes vencedor da Taça Intercontinental de futebol pelo Nacional de Montevideu e Graham More, antigo futebolista galês, aos 74 anos, que integrou o Cardiff City, Chelsea e Manchester United.

Em 2017, o filme de animação português "Estilhaços", de José Miguel Ribeiro, vencia o prémio de Melhor Filme Documentário do Festival Internacional de Curta-Metragem de Clermont-Ferrand, em França. Morria, aos 69 anos, Jiro Taniguchi, autor japonês de banda desenhada, com trabalhos como "Terra de Sonhos" e "O diário do meu pai", em Tóquio, no Japão. Morria, aos 73 anos, em Amesterdão, Piet Keizer, antigo futebolista holandês que formou dupla com Johan Cruyff no ataque do Ajax de Amesterdão na década de 1970.

Em 2018, morria, aos 86 anos, Raul Hestnes Ferreira, arquiteto português. Morria, aos 89 anos, Vic Damone, cantor norte-americano

Lusa/Fim.


Comentários

Critério de publicação de comentários