Página gerada às 15:46h, segunda-feira 21 de Setembro

Austrália retoma programa de trabalhadores sazonais, para já sem timorenses

06 de Agosto de 2020, 17:45

Díli, 06 ago 2020 (Lusa) -- O Governo australiano anunciou que vai retomar, com um projeto piloto, os seus programas de trabalhadores sazonais, mas, para já, sem que sejam abrangidos cidadãos de Timor-Leste, informou o executivo.

Em causa estão o Programa de Trabalhadores Sazonais e o Programa de Trabalho do Pacífico ao abrigo dos quais centenas de cidadãos timorenses têm estado nos últimos anos a trabalhar na Austrália, maioritariamente no setor agrícola.

A pandemia da covid-19 constrangiu os dois programas com alguns trabalhadores já na Austrália, incluindo timorenses, a verem renovados os seus contratos, mas sem que outros grupos previstos para partir para a Austrália o pudessem fazer.

Restrições provocadas pela covid-19 limitaram igualmente o número de 'backpackers' que tradicionalmente também aproveitam o setor agrícola para ganhar dinheiro na Austrália, deixando muitos produtos com falta de mão-de-obra.

Alguns produtores antecipam mesmo que isso possa ter efeito na capacidade de fornecimento de alguns bens ao mercado.

Em comunicado conjunto, a ministra dos Negócios estrangeiros, Marise Payne, e o ministro do Desenvolvimento Internacional e Pacífico, Alex Hawke, anunciaram que um primeiro grupo de cidadãos do Vanuatu vai viajar para a Austrália para trabalhar em quintas no Território Norte.

Fonte oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano disse à Lusa que esta medida piloto "será aberta inicialmente a cidadãos do Vanuatu", mas que o Governo "espera poder acolher participantes de todos os países, assim que as condições o permitirem".

"Os nossos programas de mobilidade laboral são altamente valorizados pela Austrália e pelo Pacífico e Timor-Leste, ajudando a resolver a escassez de mão de obra crítica na Austrália, ao mesmo tempo que fornece remessas para a região", referiu a fonte.

A perspetiva é de que na primeira fase cheguem à Austrália no final de agosto e inicio de setembro cerca de 170 trabalhadores, que terão que cumprir todas as medidas de segurança, incluindo quarentena obrigatória.

"Trabalhadores do Vanuatu serão os primeiros a participar no projeto-piloto, tendo em conta considerações de saúde e a procura do setor", nota o comunicado conjunto.

Nos últimos anos cerca de metade de todos os trabalhadores nas quintas de manga do Território Norte da Austrália são do Pacífico e de Timor-Leste, com os produtores a saudarem a sua participação no projeto.

Os trabalhadores do Vanuatu serão os primeiros da região a entrar na Austrália desde 20 de março.

O Vanuatu não teve ainda registos de casos da covid-19.

Timor-Leste tem atualmente um caso ativo, o primeiro desde 15 de maio, de um total de 25 casos confirmados, dos quais 24 já recuperaram.

A Austrália registou até ao momento 19.890 casos, dos quais 10.941 já recuperaram, com 255 mortes, sendo que vários estados têm registado um aumento significativo de casos nas últimas semanas.

O Território Norte da Austrália registou até ao momento 33 casos, dos quais 30 já recuperados.

 

ASP // PJA 

Lusa/Fim


Comentários

Critério de publicação de comentários